Avançar para o conteúdo principal

Índice Glicémico dos hidratos de carbono

O Índice Glicémico (IG) corresponde à velocidade de elevação do açúcar (glucose) no sangue, após o consumo de determinado alimento. A situação ideal é aquela onde os alimentos ficam disponíveis para o fornecimento de energia durante o maior tempo possível.
Quanto mais alto for o IG, maior é a velocidade a que aumentam os níveis de glucose no sangue (glicémia).
Os HC complexos têm um IG inferior aos HC simples. Alguns alimentos ricos em amido (HC complexos) produzem respostas de glicémia similares à da glucose (IG=100), como por exemplo, as batatas assadas que têm um IG>85). Por outro lado, a elevação da glicémia provocada por alguns açúcares simples como a frutose (IG<60), é bastante mais lenta do que a induzida por outros alimentos ricos em HC complexos como o pão branco (IG>85) e o arroz branco (IG>85).
De salientar também que os HC quando são ingeridos isoladamente, são rapidamente absorvidos. Quando são consumidos numa refeição com vários alimentos a velocidade de absorção é menor. As gorduras e as proteínas tendem a retardar o esvaziamento gástrico, assim a elevação dos níveis de açúcar é gradual. 
Nota: Procure nos rótulos dos alimentos por (IG) 
Fonte: Fiquemforma

Mensagens populares deste blogue

Caminhar é treino?

Foi caminhar e a sua frequência cardíaca não passa dos 120 batimentos por minutos (BPM)? Então a sua caminhada provavelmente já deixou de ser treino. 
Caminhar é uma actividade física inerente ao quotidiano do homem desde sempre. As caminhadas passaram a constar de um programa de exercício físico em consequência do sedentarismo. Claro que quem não anda a pé e tem pouco movimento no seu dia a dia tem de começar por caminhar, visto que não consegue correr/nadar/pedalar seguido durante muito tempo. Mas, idealmente depois de recuperar a condição física através da marcha devemos ambicionar um pouco mais e passar para uma actividade um pouco mais vigorosa. Em suma, na nossa opinião caminhar deve ser apenas desenvolvida no âmbito do treino como uma actividade transitória entre o sedentarismo e uma vida activa em que devem aparecer activividades um pouco mais exigentes como o jogging, a corrida, o ciclismo, a natação. Ao longo de muitas publicações que temos feito no nosso blog temos salientad…

Fazer abdominais tira a barriga?

Esta pergunta é muitas vezes colocada e é sem dúvida um dos mitos do treino. São sempre os exercícios de carácter geral que degradam a gordura localizada. Podemos ter uma parede abdominal muito bem trabalhada, contudo a película de gordura teima em desaparecer. Equilibre os seus treinos cardiovasculares e os seus treinos de força. Se tem gordura para perder aposte no equilíbrio dos dois tipos de treino e garanta que o treino é vigoroso.

Rotina de Treino da Madonna

Madonna, segundo o seu personal trainer está sempre a mudar a sua rotina de treinos para levar a novos estímulos físicos e mentais. Explora sobretudo a resistência, força e flexibilidade.  A variabilidade do treino é algo de determinante para atingir objectivos, o corpo cria hábitos e adapta-se aos estímulos. Para poder evoluir deve alterar o seu plano de treino regularmente e renovar os estímulos para que a preguiça não se instale. Desafie-se!